Investir ou Não? Qual o Melhor Momento?

SE VOCÊ TIVESSE COMPRADO R$ 5 EM BITCOINS HÁ 7 ANOS ATRÁS, ESTARIA R$ 4,4 MILHÕES MAIS RICO HOJE

Já aconteceu de você desejar ter comprado algo no passado que eventualmente aumentou significativamente de valor?

Ao longo de sete anos, o valor de Bitcoin multiplicou-se 879.999 vezes. Se um investidor tivesse decidido gastar cinco reais em cerca de 2.000 Bitcoins naquela época, essa participação valeria R$ 4,4 milhões hoje. Com R$ 1.200 gastos em cerca de 480.000 Bitcoins, o investidor teria hoje pelo menos R$ 1,1 bilhão.

A principal vantagem da bitcoin é que ela é descentralizada, portanto, não existe um banco central ou governo que a controle. Essa liberdade é uma das razões pelas quais os investidores passaram a ver a moeda como um ativo seguro em um mundo geopolítico problemático — e tem havido bastante problemas nos últimos meses na Europa, Rússia, Brasil e Estados Unidos. Há também uma vantagem adicional da Bitcoin – há uma limitação matemática no número de Bitcoins que podem ser criadas, o que significa que não há impressão de dinheiro, então as regras da economia funcionam perfeitamente. Sempre que há uma oferta limitada de algo, e a demanda sobe, o preço aumenta.

“Bitcoin é melhor do que moeda corrente” – Bill Gates

A fórmula secreta seria Pegar 1% ou menos do que você possui, investir em Bitcoins e esqueça disso pelo menos pelos próximos cinco anos; idealmente pela próxima década. Pode ser que você perca um por cento do seu patrimônio líquido, o que a maioria das pessoas pode bancar, mas por outro lado, pode ser que você ganhe milhões.

As chances da bitcoin falhar e desvalorizar completamente são 20%. Se ela falhar, será inútil, Se for bem sucedida, em cinco a sete anos, uma única Bitcoin valerá mais de um milhão de dólares. As chances de sucesso estão em mais de 50%, para as pessoas que acreditam que já “perderam o bonde” da bitcoin e têm medo de ser muito tarde. Algumas pessoas que compraram bitcoins a preços baratos – tão baixos quanto R$ 13 e que perderam dinheiro porque tentaram negociá-las, enquanto aqueles que compraram a preços altos mesmo há apenas um mês, se deram “espetacularmente bem” simplesmente comprando e segurando. As forças a favor do Bitcoin são mais fortes do que as forças contra ele. Os principais mercados de Bitcoin em todo o mundo, incluindo nos Estados Unidos, estão aguardando uma estrutura regulatória que tome forma para tirar a incerteza que paira sobre o mercado cripto, entre outras razões e pode ser o catalisador que os mercados de criptomoedas precisam para levá-los ao topo, afinal o reconhecimento em entidades internacionais, como G20 e UE, conforme proposto pela França, confere um status institucional e legal, com potencial para atrair inúmeros investimentos novos.

Segundo os analistas, março é historicamente um mês dificil para o bitcoin, apresentando queda ao logo de praticamente todos os anos anteriores. No entanto, abril, também comparado com os dados históricos, um dos melhores meses de negociação para o preço do bitcoin, “subindo cinco dos últimos sete anos”, diz a Fundstrat.

Resistência do Preço do Bitcoin

Após um grande declínio, o preço do bitcoin formou um suporte decente acima do nível de US$ 6.500 em relação ao dólar americano. O preço iniciou um movimento de alta e foi negociado acima de US$ 7.000. No entanto, o preço esforçou-se para ganhar impulso e voltou a cair para o nível de US$ 6.500. O suporte mencionado tem muita importância com várias rejeições em torno dos níveis de US$ 6.600 e US$ 6.500. No momento, o preço está sendo negociado perto do nível de retração Fibonacci de 23,6% da última queda. No entanto, existem muitas barreiras no lado positivo perto dos níveis de US$ 7.200 e US$ 7.500. Uma resistência inicial está próxima do nível de retração de Fib de 38,2%. O próximo é em torno do nível de US$ 7.400 e da média móvel simples de 100 períodos (4 horas). Há também uma linha de tendência de baixa maior se formando com resistência em US$ 7.500 no gráfico de 4 horas.

O par pode iniciar um movimento ascendente para os níveis de US$ 7.400 e US$ 7.500. No entanto, um rompimento acima do nível de US$ 7.500 seria muito difícil, mas poderia abrir as portas para a continuação da alta. Por outro lado, os níveis de suporte de US$ 6.600 e US $ 6.500 têm muita importância e precisam ser mantidos para não haver mais quedas. A queda no preço do Bitcoin é apenas um momento e o fluxo de alta do mercado de criptomoedas vai retomar o crescimento antes mesmo do segundo semestre. Para ele, vários fatores estão relacionados à queda, entre eles a pressão dos reguladores internacionais e o anúncio de grandes plataformas, como Google, Facebook e Twitter, de proibir anúncios sobre este mercado, causando dúvidas sobre a credibilidade dos projetos e do mercado como um todo.

Joaquim Oliveira – O Criador de Ideias

Vamos falar de Tecnologia e Inovação

O Documento Nacional de Identificação (DNI) digital, lançado pelo governo federal, dispensa a apresentação de outros papéis como CPF, certidão de nascimento, casamento ou título de eleitor. Tudo junto! Com validade em todo território nacional.

O lançamento do DNI é um grande passo de inovação e Criatividade rumo a era da Tecnologia, que somente possível graças ao trabalho conjunto de órgãos dos três Poderes da União e da integração entre diferentes bases de informações. É a transformação digital em funcionamento!

Numa fase piloto que vai até junho de 2018, o DNI nasce com o CPF e o Título de Eleitor. Mas o projeto prevê que o aplicativo também terá diversos outros documentos, como a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), as certidões de nascimento e de casamento e o cartão saúde. Já existe também a previsão legal de que o DNI venha a ter a Carteira de Identidade (RG). O projeto piloto está sendo conduzido com os servidores do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Ministério do Planejamento (MP), mas a expectativa é de que o documento esteja disponível para todos os cidadãos a partir de julho deste ano.

Além de facilitar o dia a dia do cidadão, livrando-o da necessidade de ter consigo seus diversos documentos, o DNI simplificará e agilizará a prestação de serviços públicos Em sua primeira versão, o cidadão fará o download do aplicativo móvel e, nele, fará seu pré-cadastro para obter seu DNI; então o cidadão deve comparecer a um ponto de atendimento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para concluir o seu cadastro. Isso é necessário para garantir o nível de segurança que o aplicativo proporciona, pois assim, o documento digital tem a confiança de que o cidadão foi reconhecido por um servidor público ao obter seu DNI.

O aplicativo do DNI é gratuito, podendo ser instalado em smartphones, tablets e smartwatches nas plataformas Android e iOS.

Legislação

A iniciativa atende a Lei nº 13.444/2017, que dispõe sobre a Identificação Civil Nacional (ICN) e a sua execução pelo Poder Executivo federal e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no âmbito de suas competências. O DNI também está previsto no Decreto no 9.278/2018, que regulamenta a Lei nº 7.116/1983, a qual assegura validade nacional às Carteiras de Identidade e regula sua expedição.

 

Interoperabilidade

O DNI é fruto da interoperabilidade entre bases de dados do governo federal e do poder Judiciário.

  • O TSE disponibiliza a base de dados do cadastro eleitoral, que tem a segurança da identificação biométrica do cidadão.
  • O MP provê a plataforma de autenticação digital do cidadão – Brasil Cidadão. A solução vai autenticar o cidadão para uso do aplicativo, e também servirá para o atendente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) validar o cadastro do cidadão.

 

Segurança:

◦ somente poderá baixar o aplicativo e ter acesso digital ao DNI quem já fez o cadastramento biométrico (coleta de foto e das impressões digitais) na Justiça Eleitoral. Esse procedimento tem como objetivo reforçar a segurança, a confiabilidade e a higidez da identificação;

 

◦ o aplicativo do DNI nos smartphones exige uma senha de 6 dígitos ou a biometria nos casos de aparelhos que possuem a coleta;

 

◦ em caso de perda ou roubo do Smartphones o DNI, o cidadão pode solicitar a desvinculação de seu DNI ao referido aparelho.

 

O ministro do Planejamento, Dyogo de Oliveira, afirmou nesta segunda-feira (5) que o Documento Nacional de Identificação (DNI) será o principal documento de identificação no país e poderá ser usado, inclusive, para fazer check-in nos aeroportos. Já há discussões sobre o uso do documento para check-in em aeroportos, disse o ministro. “O Documento Nacional de Identificação é solução tecnológica que vai englobar outros documentos”, disse o ministro, ressaltando que outras formas de identificação não serão eliminadas. Segundo ele, o custo do documento para a sociedade será de 10 centavos por habitante.

A chance de inovar está batendo a porta cada vez mais proxima a nós. Conhecer esta nova ferramenta nos permitirá mergulhar em novos negócios e ideias criativas. Com o DNI a facilidade para o empregado e o empregador se torna evidente. Se intere, conheça, mude!

 

 

O Criador de Ideias

 

 

O Impacto da Copa do Mundo

Nos últimos 12 meses foram 9 meses de alta e três de queda. No resultado de fevereiro chama atenção o bom desempenho dos bens duráveis, com destaque para o aumento de 49,2% na venda de televisores e computadores. É o efeito da Copa do Mundo alavancando as vendas.

A Copa do Mundo começa no próximo dia 14 de junho, e com a aproximação da data, a expectativa dos aficionados por futebol fica cada vez maior. Tanto é que, de acordo com os números da produção industrial do mês de fevereiro no Brasil, a diferença foi sentida até na economia do país.

A avaliação, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que a produção dos Bens de Consumo Duráveis teve um aumento de 1,7% em relação ao mês de janeiro. A linha chamada “marrom”, que inclui televisores, aparelhos de som e similares, teve um aumento de 41,1% em relação ao mês de janeiro de 2017.

Tudo indica continuidade do crescimento industrial em 2018. Mesmo assim, o setor está longe de recuperar o que perdeu nos dois anos de recessão.

Pela média trimestral calculada pelo IBGE, a indústria produz hoje apenas 85% do que produzia no seu melhor momento, que foi no segundo trimestre de 2011. A forte presença da tecnologia no cotidiano do consumidor vem transformando os negócios e vai impactar fortemente o varejo.

Para se sobressair neste processo, varejistas, fornecedores e provedores logísticos precisarão inovar de forma colaborativa com acesso a fonte única de informação, com objetivos e metas de performance acordados e desenvolver meios para sustentar relações de confiança sem medo do compartilhamento de dados entre si.

É preciso sair na frente e entender o conceito de inovação para acompanhar o ritmo do impacto que esta Copa causará. Suas vendas podem ser impulsionadas e ter sucesso ainda este Semestre. Basta Acreditar na sua capacidade Criativa e entender o que seu cliente busca.

 

 

O Criador de Ideias

Cinco dicas para ser Criativo e ter Sucesso em suas Ideias

As pessoas partem da premissa errada de que criatividade é sempre criar coisas 100% novas. Só que, na verdade, criatividade muitas vezes é combinar coisas já existentes. Ser criativo faz parte da natureza humana –  Mas, só porque todo mundo possui criatividade em si não quer dizer que exista uma única forma de expressá-la. Ela se manifesta de formas diferentes e, por isso, pode ser estimulada de variados modos. Existem, no entanto, pesquisas da neurociência e dicas de especialistas que servem para qualquer cérebro.

E aqui vão dicas importantes:

  1. Não deixe tudo no automático: É preciso parar para pensar. Separar um momento do dia em que a mente possa refletir, crie pequenos momentos de desconforto onde seu cérebro se desafie a achar uma solução. Valorize suas ideias e pare de se importar com a opinião dos outros Pablo Picasso já dizia que todas as crianças nascem artistas. “O problema é manter -se artista depois de crescido”, afirmava o pintor. Por sorte, ninguém pode acabar com sua criatividade sem seu consentimento. Pesquisas apontam que acontece uma espécie de tsunami de ondas gama (ou o aumento da energia das ondas cerebrais) durante o momento “eureca”. Tire seu cérebro do automático, crie situações que o faça pensar. Saia da zona de conforto.
  2. Tenha um ambiente criativo: A criatividade está ligada ao ambiente, mas não é tão simples encontrar o local criativo ideal. Ter ao redor móveis e objetos que estimulem o pensamento ajuda o cérebro a funcionar melhor, Você também pode gerar novas ideias fazendo uma lista sobre como o mundo poderia ser diferente, por exemplo, se existissem cinco sexos ou se a gravidade cessasse um segundo por dia. Depois, é só cruzar as respostas e tentar extrair algo genuíno.
  3. Desenvolva sua ideia: A preguiça é um dos principais fatores que matam a criatividade. todo mundo nasce criativo. O que transforma a criatividade em sucesso é o trabalho. Faça perguntas, muitas perguntas. Certa vez, perguntaram a Albert Einstein como ele resolvia problemas, e ele respondeu que, se tivesse uma hora para resolver um problema e sua vida dependesse disso, ele passaria 55 minutos definindo a pergunta certa a fazer. “Quando eu soubesse a pergunta correta, poderia resolver o problema em menos de cinco minutos”, disse o gênio
  4. Inove, Amplie sua área de conhecimento: As pessoas criativas e inovadoras gostam de conhecer mais sobre tudo, e isso ajuda a montar o repertório que será utilizado pelo cérebro na hora de criar ideias. As ideias são uma releitura das coisas que já existem, portanto, é preciso conhecer o que tem por aí para ter ideias. Basicamente porque a criatividade está ligada ao apetite voraz por conhecimento. O gosto pela variedade também pode ser aplicado a pessoas. Quanto mais diverso é seu grupo de amigos, melhor. Ter a cabeça aberta pode ajudar você a ter ideias inovadoras
  5. Tome banho e durma mais: A maior parte da informação que chega ao cérebro vem da visão. As imagens exigem muito da mente para serem processadas. Por conta disso, quando uma pessoa entra em espaços pequenos e vazios, seu cérebro deixa os outros sentidos mais aguçados e acaba funcionando de maneira diferente. Por outro lado, ter uma ideia não significa que ela é, de fato, boa. Então, para conseguir diferenciar as ideias boas das ruins… Durma. Uma noite de sono bom ajuda o cérebro a funcionar melhor. Mas é importante ficar no escuro total, porque se nós despertamos ao longa da noite por causa de qualquer luz, nosso cérebro deixa de produzir uma enzima essencial para a organização das memórias e ideias.

 

 

 

O Criador de Ideias

A crise está no Brasil ou está em Você?

Este ano as vendas de ovos de Pascoa através do WhatsApp, Instagram e Facebook subiram de maneira notável cerca de 3,5% a mais que do ano anterior. A cada publicação uma foto de um produto pronto para consumir, um comentário daqui uma troca de telefone dali e a venda está feita, as redes sociais garantiram, este ano 80% das encomendas de quem vende o famoso chocolate caseiro. Os dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) apontam que as consultas par vendas parceladas na semana anterior à Páscoa cresceram 3,24% na comparação com o mesmo período do ano passado. Trata-se do crescimento mais expressivo desde 2014, quando a alta fora de 2,55%. Nos anos seguintes, as vendas amargaram queda de -4,93% em 2015 e -16,81% em 2016. No ano passado, a alta havia sido de apenas 0,93%. 

 

 

A Páscoa pode funcionar como uma prévia não só para o Dia das Mães, como para o desempenho da atividade comercial ao longo de 2018.  Neste ano, segundo um levantamento do SPC Brasil e da CNDL, os produtos mais procurados seriam os tradicionais ovos (61%), bombons (51%) e barras de chocolate (48%).

E a Pergunta está para quem quiser responder  “A crise está no Brasil ou está em Você?” Com a criatividade e o negócio certo você vai longe!! Não tenha medo de investir, porque as pessoas estão perdendo o medo de comprar. Use a inovação à seu favor, prepare seu negócio, estruture seu produto de forma criativa e tenha sucesso para este Semestre! Inovar é preciso e buscar a tecnologia que para nós se torna cada vez mais acessível é um enorme gatilho de criatividade.
Suas Vendas podem sim triplicar este ano, aproveite o que tem nas mãos para chegar onde quer!

 

 

O Criador de Ideias

Centro de inovação Blockchain

Centro de inovação Blockchain

Um banco de dados valioso, com potencial e que está se inserindo no nosso meio. Suas Vendas tem potencial para crescer e Inovar . Conheça seus meios para Inovar em Tecnologia com Segurança. 

Você provavelmente já ouviu falar do BitCoin, a criptomoeda que tem ganhado espaço nas notícias há pouco mais de dois anos. BitCoin não deixa de ser dinheiro, como o real ou o dólar, a principal diferença é que não tem um banco central ou um governo ligado a ele. Para sustentar essa plataforma foi criado um banco de dados chamado BlockChain. O Blockchain (também conhecido como “o protocolo da confiança”) é a base que sustenta essas novas moedas criptografadas, surgiu em 2008 para permitir que o bitcoin fosse criado, No bitcoin, ela pode ser entendida como o conjunto de regras que fazem a moeda funcionar. Uma tecnologia que visa a descentralização como medida de segurança, são bases de registros e dados distribuídos e compartilhados que têm a função de criar um índice global para todas as transações que ocorrem em um determinado mercado – Blockchain é um tipo de livro caixa que armazena todos os dados e os deixa seguro, suas transações são reunidas em blocos, cada bloco é ligado ao anterior por um elo, um código chamado “hash”. Juntos, eles formam uma “corrente de blocos”, ou “blockchain”. Os responsáveis por montar a “blockchain” são os chamados mineradores. Os mineradores reúnem transações que estão sendo incluídas na rede, mas ainda não foram colocadas em um bloco. O trabalho do minerador é, entre outras coisas, calcular o “hash” certo para formar a ligação entre os blocos. Qualquer transação feita pela blockchain só pode ser validada quando todo um “bloco” é preenchido com transações. Ou seja, só assim é possível fazer uma moeda digital sair das mãos de uma pessoa e ir para outra. Como esses blocos são selados por códigos criptográficos, é praticamente impossível arrombar o segredo desses recipientes.

 

Daqui há alguns meses já pode-se afirmar que quem quiser trabalhar em um banco, é melhor falar inglês e ser capaz de codificar. Ser capaz de codificar, será tão relevante quanto ser capaz de falar inglês.

Este sistema é formado por uma “cadeia de blocos”. Um conjunto de transações é colocado dentro de cada um desses blocos, que são trancados por uma forte camada de criptografia. Por outro lado, a blockchain é pública, ou seja, qualquer pessoa pode verificar e auditar as movimentações registradas. Cada transação é digitalmente assinada com o objetivo de garantir sua autenticidade e garantir que ninguém a adultere.

Joaquim oliveira – O Criador de Ideias

Criatividade e Inovação nas Vendas

Você já ouviu falar do Computer Vision – Compra automática por computação visual?

A Amazon Go em Seattle aderiu um sistema que rastreia o cliente e seu produto dentro da loja. Assim que você entra, basta escanear o código usando seu celular e automaticamente eles se conectam com você, podendo então rastrear e anotar sua compra. O que você colocar na sacola vai somando para o calculo final, se o produto é devolvido para a prateleira o mesmo é retirado da lista.

 

Não é como o self checkout (o modelo de caixa onde o próprio consumidor registra e paga os produtos comprados) você não registra a compra, o rastreamento é feito por câmeras de reconhecimento facial e nas prateleiras para reconhecer e ler o produto, não é preciso dinheiro e nem cartão de credito, seu único trabalho é pegar o produto e colocar na sacola.

Basta estar vinculado com uma conta da Amazon e assim que você passa pelos sensores do balcão de saída, a fatura é gerada.

Um sistema inteligente para facilitar seu dia, para algumas pessoas a ida ao supermercado é considerada uma obrigação e gostariam de poder se livrar dela. Grande parte das pessoas gostaria de utilizar o tempo gasto em supermercado realizando outras tarefas. Imagine não ter que esperar em filas para registrar a compra (mesmo que seja um self checkout voce ainda gasta um pouco de tempo) ou ter que se preocupar em ficar procurando cartões em bolsas e carteiras? foi pensando nisso que esse sistema foi implantado.

Blogspot.com/ocriadordeideias

Joaquim Oliveira – O Criador de Ideias

Olá mundo!

Sou o Palestrante Joaquim Oliveira – O Criador de Ideias

Empresário, Especialista em  Negócios Criativos,  consultor de empresas e palestrante profissional formado pelo Instituto Gente de Roberto Shinyashiki. Com uma vasta experiência  em gestão de negócios há mais de 35 anos atuando com base de princípios e caráter.

Minha Missão é ajudar o ser humano a liberar sua criatividade, transformar e inspirar fazendo com que aprendam e  busquem Inovação. Estimulando a auto aceitação de novas percepções e quebra de paradigmas, enxergando e acreditando em novos desafios que parecem ser impossíveis.

Este Blog tem o intuito de Divulgação e Aprendizado. Nele vamos dividir Ideias Criativas e Inovadoras, Notícias e Pensamentos. Vamos Lá!

 

 

Joaquim Oliveira – O Criador de Ideias